Conheça a tecnologia OLED e sua sucessora a COLED
Ultimamente tem se falado muito nessa tecnologia OLED, e provalvelmente você ja ouviu falar ou ja viu matérias sobre isso.

Aqui vai um video para quem ainda não viu:



Um OLED é um dispositivo composto por filmes de moléculas que emitem luz ao receberem carga elétrica. Essas moléculas podem ser diretamente aplicadas sobre a superfície da tela através de um método de impressão complementado com filamentos metálicos que conduzem os impulsos elétricos. Grosso modo, é uma tela com luz própria.

Essa estrutura – além de consumir menos energia – gera imagens com mais brilho e nitidez em equipamentos eletrônicos. Por ter luz própria, uma tela OLED não precisa de luz de fundo ou lateral (backlight ou sidelight), ocupando assim menos espaço. Logo, a tecnologia já é alvo de desenvolvedores de notebooks, netbooks e computadores de mão.

Sabia que a tecnologia OLED ja possui um sucessor?

Embora esta tecnologia OLED demore ainda para substituir os televisores de plasma e LCD um grupo de companhias e institutos de pesquisas anunciou recentemente que obteve resultados impressionantes em suas pesquisas para encontrar substitutos para lâmpadas incandescentes e fluorescentes.

O resultado dos estudos é a tecnologia Cavity Organic Lightemitting Diode (COLED), ou simplesmente diodo orgânico emissor de luz com cavidade. A descoberta possui uma potência muito maior que os atuais leds e até mesmo os melhores OLEDs já produzidos.

Segundo os criadores da tecnologia, os testes realizados mostraram que o COLED é capaz de emitir uma intensidade de luz cinco vezes aquela produzida pelo OLED, possuindo um rendimento duas vezes maior quando comparada com lâmpadas comuns.

Ai você me pergunta: "mais qual é a diferença entre essas tecnologias?"

A tecnologia COLED parte dos mesmos principios da tecnologia OLED. Só que, com a adição de cavidades óticas, espelhos paralelos e contrapostos que evitam a fuga de luz para outro ponto que não seja a saída do dispositivo. Dessa forma, o rendimento se torna muito maior, e é possível iluminar uma área maior com um gasto de energia menor. A descoberta é fruto da união entre as companhias japonesas Showa Denko K.K. (SDK), que trabalha no setor químico, a Itochu Plastic Ic. (CIPS) e o instituto sem fins lucrativos SRI (Stanford Research Institute).


Com tanta tecnologia assim daqui a pouco vai ser possivel ver videos em jornais e revistas.
(será...?!)
Marcadores: | edit post
Reações: 
3 Responses
  1. Ali Says:

    Irado, isso pode significar economia de energia e aumento da potência, mas por outro lado o custo da tecnologia é maior, e isso encarece o produto para o consumidor final né...

    Aproveite para ver um Teste de resistência de Laptop com Tigres, Elefantes e Tiros! ou Veja lindas e inéditas fotos de águas-vivas!


  2. Mariano Says:

    Ah, vai tomar no cu... onde esses caras querem parar???


  3. Eduardo Says:

    Talokoo cara! Isso com certeza é coisa de japonês.
    Não conhecia o COLED.

    Somente a título de curiosidade: você sabe se a tecnologia OLED é utilizada nos Notebooks atuais com tecnologia LED? É a diferença (LCD LED e OLED)?


Postar um comentário

Blog Widget by LinkWithin
  • Agregadores:

    Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui! LinkLog BombaNet Colmeia: O melhor dos blogs

    Parceiros: