Punch a camera que imprime
Foi pensando na necessidade de preservar as fotos em um meio físico não digital e no custo de impressão das mesmas que o estadunidense Matty Wyatt Martin desenvolveu a máquina Punch, uma máquina digital diferente, para imprimir na hora as imagens tiradas.




Como Funciona

A idéia de Martin era permitir a materialização da imagem instantaneamente, preservando o momento, levando em consideração o custo do processo. Ele então desenvolveu um sistema que cria furos em qualquer pedaço de papel, imitando as imagens pontilhadas. Quanto maior o furo, mais escura fica a imagem.

Inicialmente a câmera teria o tamanho de uma carteira, com um visualizador das imagens tiradas. Ela funcionaria como uma digital tradicional, guardando as fotos em sua memória. Depois seria possível escolher a imagem preferida, alterar a qualidade da mesma, deixá-la em tons de cinza, colocar um papel em seu sistema e literalmente dar um soco na câmera para que essa pressão fizesse os furos necessários no papel. Por isso seu nome: Punch, em inglês, quer dizer literalmente “Soco”.

Com o desenvolvimento mais aprimorado de seu projeto, atualmente a câmera tem um tamanho muito mais reduzido e ela funciona a partir de uma chave. Tira-se a imagem que já é capturada na resolução da impressão. Coloca-se então um papel qualquer, que pode ser uma folha de caderno, um bilhete ou cartão de visitas, gira-se essa chave e a máquina vai produzindo os furos necessários para realizar a impressão.


Memória ou qualidade?

A idéia de Martin não é ter imagens em alta resolução, mas sim preservar a memória daquele momento de forma física. Ele imagina um cenário onde você encontrar uma pessoa, tira uma foto com ela e pode imprimir em uma folha de papel várias dessas imagens para que todos possam recordar e ter consigo esse momento. Também é possível causar uma boa impressão do momento em um encontro de negócios, pois uma imagem tirada com um cliente ou possível contato profissional pode ser impresso no cartão de visitas.


O Punch não oferece imagens em alta resolução ou imagens em cores. A idéia de cor é trazida pelos furos no papel que oferecem uma idéia de preto. Imprimir uma imagem dessas em um papel branco e colocá-la sobre um fundo preto apresenta melhor a qualidade real da imagem. A máquina tem furadores em vários tamanhos, para trazer a ilusão de tonalidades de cinza. Visto a uma distância, uma imagem dessas teria a resolução de uma imagem simples em preto e branco.

A idéia dessa câmera é dar preferência à memória afetiva de um momento ao invés da qualidade da imagem. Tudo isso a um custo praticamente zero. Qualquer papel pode ser usado, sem necessidade de marcas ou produtos especiais. Também não é necessário cartuchos ou nenhum outro dispositivo especial para isso, bastando girar a chave. Toda energia necessária para o processo é produzida ao girar essa chave.



Não há previsão de lançamento e muito menos disponibilidade no mercado. Mas se você gostou pode visitar o site dos desenvolvedores http://coroflot.com/mattywyattmartin

Fonte: Baixaki
Marcadores: | edit post
Reações: 
2 Responses
  1. que porcaria essa camera estamos em uma era onde so colorido nao basta precisamos de alta definição e me aparece isto haha a polaroid era bem melhor por que ninguem fez uma camera digital com impressao a lazer colorida ?


  2. linkanisso Says:

    Olá parceiro, gostaria de fazer uma proposta para que você coloque um banner nosso 125x125, 285x50 ou 140x80. Colocando um desses em um local de destaque no teu blog, você ganharia em troca seu banner 675x80 sendo exibido no nosso sistema rotativo. Então, aceita? Bom, se topar, mande o teu banner 675x80 para o nosso email 'linkanisso@gmail.com' com 30kb, sem conter nudez ou algo muito apelativo.

    Abraço.


Postar um comentário

Blog Widget by LinkWithin
  • Agregadores:

    Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui! LinkLog BombaNet Colmeia: O melhor dos blogs

    Parceiros: